Lavanderia com seguro em Pinheiros

Quando a gente tem milhões de coisas para fazer na rua, seja trabalho, faculdade, curso, a gente passa a maior parte do nosso dia fora de casa. Isso dificulta muito na hora de ter que cuidar do nosso lar, das nossas roupas, de fazer alguma comida ou coisas desse tipo. Eu, por exemplo, arrumei um emprego muito bom e, como estava querendo muito ter um crescimento profissional, aceitei qualquer desafio que eles podiam me passar. Um deles foi mudar de cidade. Bem, eu aceitei. Afinal, eu não ficaria longe por tanto tempo. Eles pediram 1 ano e meio para eu realizar alguns projetos junto com as pessoas da unidade de São Paulo.

Eu morava em uma cidade no interior do Rio de Janeiro até os meus 12 anos e depois fui para a cidade grande. Viver no Rio sempre foi uma novidade pra mim. Estou nele há 15 anos e não conheço nem a metade das coisas. Sempre tive o sonho de conseguir a minha casa, o meu dinheiro, o meu carro e as minhas coisas, mas tudo comprado do meu salário. Terminei a minha faculdade e corri atrás do emprego dos sonhos. Nada melhor do que a gente fazer aquilo que gosta. Aceitei os desafios e mostrei que eu estava muito empolgada para crescer junto a eles.

Estou em São Paulo desde o mês passado e, obviamente, fiquei um pouco perdida aqui. Além de ter que trabalhar por aqui, me passaram um curso para fazer durante o tempo da minha estadia. Sempre busco por diversas coisas que vão me acrescentar e acrescentar também o meu currículo. Faço tudo que eles me pedem, mas meu tempo livre fica sempre negativado.

Eu saio de manhã para trabalhar, por volta das 7 horas, por conta desse trânsito. Apesar de morar relativamente perto do trabalho, eu costumo levar uns 40 minutos até lá. Sempre chego um pouco mais cedo porque acabo ficando com medo de ficar presa no engarrafamento e não conseguir chegar até as 8. Meu horário seria até as 17:00, mas nunca fico lá até isso. Pego no curso logo em seguida e só vou chegar em casa depois das 22:00 horas. É impossível arrumar a casa, fazer comida, lavar a roupa e descansar ao mesmo tempo. Sou daquelas pessoas que precisa dormir bem para viver. Não tenho essa de dormir apenas 3 horinhas para ficar satisfeita. Preciso dormir e acordar sem ninguém me chamando.

 

Lá no trabalho tem uma copa e todo mundo fica batendo papo. Comentei que, por morar sozinha, eu não conseguia fazer nada dentro de casa. Antes eu tinha meus pais para me ajudar, mas agora eu precisava me virar. Me deram várias dicas do que eu poderia fazer. A que mais me chamou a atenção, logicamente por eu não gostar de sair com a roupa de qualquer jeito por aí, foi a Lavanderia Pinheiros, a famosa Dona Madá. Aqui todo mundo conhece, mas sou nova no pedaço e nem sabia que podia contar com essa ajuda espetacular.

 

Passei em uma unidade para tirar todas as minhas dúvidas e saber se seria uma coisa que pudesse entrar no meu orçamento. Porque ter moleza é muito fácil, mas as vezes não podemos bancar o luxo. Pelo contrário. Eu me surpreendi com os valores e vi que seria uma boa pra mim. Cheguei em casa e separei o que realmente era necessário para isso: as roupas de trabalho. Roupa de sair e ficar em casa eu mesma dava um jeitinho no final de semana. Mas as roupas que eu uso para trabalhar, eu quero sempre em ótimo estado. Ainda mais que eu trabalho com roupa social.

 

Separei tudo bonitinho, entrei no site e solicitei o envio das roupas. Gente, é bem simples! Como eu saio de casa bem cedo e volto tarde, nunca que eu conseguiria passar por lá para deixar as roupas, mas eles buscar aqui em casa. É só eu separar e deixar na portaria. Eles pegam e devolvem tudo direitinho. Quando eu solicito o envio dessas peças, eu recebo um boleto para pagar e depois do pagamento eles liberam as minhas roupas. Esse boleto vem por e-mail. Se o seu caso for tipo o meu, que é mandar roupas sempre, eles disponibilizam pacotes e isso faz o valor de cada peça diminuir. Vale bem mais a pena fazer isso. A não ser que você quase nunca precise fazer isso, aí é melhor pagar o preço inicial mesmo.

 

A Dona Madá possui 20 unidades espalhadas por São Paulo. Pode ter certeza que tem alguma bem do seu lado. Se tiver algum problema com uma roupa sua, ela vai para a análise e eles vão te reembolsar. Em qualquer outra lavanderia o valor não é o mesmo que você pagou. Exemplo: se você comprou um vestido de R$200,00 você não vai receber esse valor cheio, até porque a peça já saiu da loja, já foi usada e desvalorizada. Mas a Dona Madá se compromete em te pagar o preço que você gastou para comprar aquela peça. Você também pode fazer um seguro das suas roupas. Ao entrar no site você terá tudo explicadinho.

 

Você sempre receberá, junto a suas roupas, cabides. Algumas pessoas têm dúvidas se tem que devolver ou é um presente. Sim, temos que devolver. Sempre que mandamos o cabide de volta, eles doam R$0,30 centavos para ONGs de crianças com câncer e para as aulas de inglês para pessoas carentes. Ou seja, além de te ajudar com as tarefas do dia a dia, a Dona Madá ainda ajuda outras pessoas através de doações que pode não parecer, mas mudam a vida dessas pessoas que recebem a ajuda. Isso é um diferencial incrível da Dona Madá e prova que a gente não precisa de muito para ajudar as pessoas, e esse pensamento deles ajudou mais ainda na minha fidelização como cliente, além de todo o serviço de qualidade e da segurança e praticidade que eles oferecem, é claro.