O Inglês me salvou

tradutor-freelancerÉ impressionante como algumas coisas na vida acabam se encaixando e agradecemos demais por termos aprendido certas habilidades ou então por termos vivenciados certas situações que fazem com que adquiramos a experiência perfeita para certos momentos. Por isso eu sempre digo que a vida não passa de um quebra cabeça e devemos guardar cada peça para quando precisarmos dela, já que muitas vezes não precisamos naquela hora, podemos depois com calma encontrar o momento ideal para usar aquela peça única que muitas vezes salva você de uma enrascada. E foi exatamente isso que aconteceu comigo agora em Miami mês passado.

Eu sempre fui uma pessoa muito rica e nunca precisei estudar idiomas e meus pais foram contra isso, e mesmo nao concordando, acredito que por comodismo eu nunca estudei inglês e sempre tive alguém ou algum funcionário preparado para traduzir o que eu precisava em minha viagens tanto particulares como de negócios. Mas quem disse que eu precisaria usar alguma coisa do inglês nesse viagem se eu nunca precisei antes?

Visite: http://inglespraja.com

Vamos voltar 4 meses atrás no tempo quando eu, sem saber explicar, tive a ideia de comprar um curso chamado inglês do jerry que me prometeu aprender inglês em alguns meses e por apresentar certa desconfiança e por resolver testar sua metodologia eu comprei o curso, que por sinal é bem mais barato que a grande maioria dos cursos de inglês disponíveis do mercado. Perdendo apenas para sites que cobram uma mensalidade fixa como o Open English e o Busuu. Mas de qualquer modo o professor Jerry Costa estava muito seguro do que estava falando propondo até um reembolso de 100% do dinheiro em 30 dias se por qualquer motivo eu nao gostasse do curso.

Por fim, eu treinei os últimos 4 meses que tive o tempo livre ja pensando na viagem que eu faria para os Estados Unidos e queria ver se eu podia aprender mesmo. Mesmo com um pé atrás eu fiz o curso direitinho e quando chegou a viagem eu acho que meu medo de falar inglês fez com que eu dependesse novamente de um tradutor. Só que da necessidade vem as maiores oportunidades e quando eu acabei me perdendo do meu guia eu tive que atravessa a cidade inteira de Miami sozinho e sem dinheiro ja que tinha deixado minha carteira com ele. Nesses 40 minutos, com um certo desespero no inicio, eu consegui comprovar que havia aprendido o suficiente para me virar sozinho no inglês. Estou muito feliz em saber que nao vou precisar mais da ajuda dos outros e estou completamente independente em relação a falar inglês fora do meu país.